Fotoenvelhecimento: melhor prevenir que remediar

Fotoenvelhecimento: melhor prevenir que remediar

Tomar sol é algo tão natural para nós brasileiros que fazemos isso quase no automático – sem nem precisar ir à praia ou clube para pegar um bronze. Basta sair para trabalhar ou ficar parado no trânsito, mesmo dentro do carro, para receber aquela dose de radiação solar que deixa muita gente vermelha por aí.

Porém, não é segredo para ninguém que a alta exposição ao sol é prejudicial à pele, ocasionando uma série de problemas dermatológicos. Estamos falando de acne, queimaduras, melasmas, erupções cutâneas, lesões e câncer de pele. Além desses, a incidência de fotoenvelhecimento é alta, afetando a maioria das pessoas.

Em outras palavras, além de causar danos graves à saúde, a exposição ao sol sem proteção pode acelerar o envelhecimento da pele, trazendo para muito cedo as ruguinhas que só estamos esperando ver daqui a muitos e muitos anos.

Entenda como acontece o fotoenvelhecimento

Com o passar do tempo o nosso organismo começa a desacelerar a produção de colágeno, substância responsável pela sustentação da pele. Com isso, surge a flacidez, as rugas e as linhas de expressão. Ou seja, é uma forma natural de envelhecer e vai acontecer com todo mundo, eventualmente.

No entanto, a exposição excessiva e contínua ao sol acelera esse processo de envelhecimento da pele, comumente vindo pela idade. O fotoenvelhecimento causa alterações como manchas, flacidez muscular e cutânea e formação de rugas. Isso tudo acontece devido às radiações UVA e UVB, que são bem agressivas, pois penetram nas camadas mais profundas da pele e danificam as fibras de colágeno.

A pele fotoenvelhecida costuma ter sinais bem mais perceptíveis do que os motivados pela idade, já que ela se torna mais seca, áspera e com rugas mais acentuadas.

Isso não quer dizer que a pele não sofreu os efeitos da radiação não tenha rugas; todo mundo vai chegar lá um dia. Porém, as características de uma pele que envelhece com proteção são diferentes: as marcas são mais discretas, e a pele é mais lisinha.

Vale dizer que os danos na pele são proporcionais à exposição aos raios UVA e UVB. Ou seja, quanto mais sol sem proteção você tomar, mais fotoenvelhecida sua pele vai ficar.

Dicas para prevenir o fotoenvelhecimento

Como diz o ditado, prevenir é melhor que remediar. Então, não espere sua pele ficar irreconhecível para começar a tomar alguns cuidados. Vamos aos principais deles para começar a pensar nesse assunto ainda hoje:

Evite a exposição solar

Em um país em que praticamente o ano inteiro faz calor, é difícil não gostar de uma piscina, um banho de mar, cachoeira ou um passeio despretensioso pelo parque. 

Como a exposição ao sol danifica a pele, o ideal é evitar o horário entre 10h e 16h para todas essas e outras atividades ao ar livre, período em que a radiação está mais forte.

Proteja-se com acessórios

Acessórios de proteção são coisas que não podem faltar entre os seus itens de enfrentamento à radiação solar. Esteja sempre debaixo de uma barraca ou guarda-sol para evitar a exposição direta ao sol e utilize óculos escuros, boné, chapéu ou viseira a todo momento.

Não se esqueça, é claro, do protetor solar.

Esse último deve ter fator de proteção acima de 30 e ser reaplicado a cada duas horas. É importante ressaltar que o protetor solar também deve ser aplicado em dias frios, nublados ou chuvosos. Mesmo que o sol não dê as caras, os raios UV ainda incidem sobre a pele.

Invista na boa alimentação

Aumente a ingestão de líquidos, como água, sucos e água de coco no verão, para hidratar a pele e o corpo, como um todo.  Alguns alimentos também podem ajudar a prevenir os danos causados pelo sol, principalmente com alto poder antioxidante, como cenoura, laranja, acerola, tomate, mamão, maçã e beterraba. 

Tenha o melhor fotoprotetor para a sua pele

Talvez você não saiba, mas o sol não é o único responsável pelo fotoenvelhecimento: a luz azul ou digital, que está presente nas lâmpadas, nos celulares, na  televisão e em vários dispositivos eletrônicos, também pode acelerar o aparecimento de rugas. 

Esse tipo de luz penetra profundamente em todas as camadas da pele, estimulando a produção de radicais livres, danificando a pele e causando manchas, rugas, falta de viço e linhas de expressão.

A boa notícia é que existe um produtinho muito eficiente que ajuda a prevenir os efeitos não somente dos raios UVA e UVB, mas também da luz digital. O Fotoprotetor Absolut 360o da Mutari Pro Skin contém Niacinamida, que previne o envelhecimento precoce e minimiza o surgimento de manchas, além de uniformizar o tom de a pele.

O creme tem ação antioxidante e possui alta proteção contra os raios infravermelhos e ultravioletas. Além disso, o fotoprotetor Absolut 360º da Mutari Pro Skin oferece hidratação, redução da oleosidade e protege o DNA da célula.


Não espere sua pele mostrar sinais de envelhecimento precoce para começar a agir! A prevenção é a melhor maneira de mantê-la jovem e iluminada. Entre na loja virtual da Mutari e dê adeus aos impactos do sol nosso de cada dia no rosto e no corpo.

Deixe uma resposta